UAB - Forum

Conversas sobre o Livro de Urântia
 
InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Compartilhe | 
 

 Semelhança com o Nazismo?

Ir em baixo 
AutorMensagem
Munhoz



Mensagens : 2
Data de inscrição : 25/01/2010

MensagemAssunto: Semelhança com o Nazismo?   25/1/2010, 16:41

Conheci a respeito deste livro nos fóruns que frequento na internet (ufologia, espiritismo, ezoterismo), cheguei a conclusão que seria interessante lê-lo antes de dar minha opinião a respeito, como é um livro muito grande, comecei pela parte que mais me interessa (evolução do planeta), baixei o livro em PDF, pra dar lida "superficial" pra saber se valeria a pena compra-lo.Estou lendo a respeito dos primeiros dias de urantia, muito interessante a parte em que explica a nossa descendência dos "Lêmures", os primeiros humanos inteligentes, a conquista do fogo, mas de repente me deparei com esta frase: E assim tem sido sempre em Urântia. As civilizações mais promissoras são as que têm-se,
sucessivamente, deteriorado e, finalmente, se extinguido, devido à loucura de permitir que os
superiores procriem livremente com os inferiores.

Não sei porque, mais isto me lembrou de Hitler e do holocauto dos judeus, alguém pode me explicar o significado desta frase antes que eu passe a ignorar este livro antes mesmo de conhece-lo direito.
Abraços...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rm
Admin


Mensagens : 25
Data de inscrição : 24/04/2008

MensagemAssunto: Semelhança com Nazismo   1/8/2010, 13:18

Caro,

Não creio que haja algum tipo de semelhança. o Livro é claro quanto à igualdade dos direitos. A selecção natural é a grande influênciadora da evolução na selecção natural das especies. O Livro fala sobre caracteristicas particulares de cada raça, mas ele também refere a importância de todas elas numa raça total e homogénia que acontecerá inevitavelmente em aguns milhares de anos na nossa história, quando a raça humana estiver tão mesclada que não haverá diferenças entre humanos.

abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
murilo87
Convidado



MensagemAssunto: acho que é mais um fato   1/8/2010, 17:25

no meu ponto de vista o livro apresenta isto como um fato. eu sempre penso comigo, o que é mais importante .. ? O que temos dentro de nós ou o que mostramos de nós ? Deus se importa se voce É nao se voce se mostra ser, portanto como em um outro topico que discutia o racismo eu encaro como sendo um fato, na natureza tudo tende ao equilibrio e para mim as pessoas de diferentes raças tem presenças de espirito diferentes entende? quanto mais forte o espirito mais selvagem a genetica para que possa haver um desafio equiparavel com uma pessoa que herda uma genetica que expressa um biotipo mais maleavel porem ela tem um espirito mais fragil tambem!
Quanto adão e eva vieram para cá entre 35 e 40k anos atrás foi para um UPGRADE genético em nossa raça entende e o plano era de que houvessem 1 milhão de descendentes desta progenie para que fosse espalhada sua cultura mais lapidada para o resto do mundo... esse era o plano mas ela quis pegar um atalho e acabou nao dando certo! O livro nunca menciona ódio às outras raças nunca diz que são menos mereçedores de viver ou enfim, ai sim é nazismo e completamente insano já que muita gente ali da alemanha tinha sangue judeu de muito longe mas tinha... rs! devem ta puto comigo agora !! rsrs
Voltar ao Topo Ir em baixo
César Diniz



Mensagens : 7
Data de inscrição : 05/08/2010

MensagemAssunto: Re: Semelhança com o Nazismo?   9/8/2010, 17:37

Munhoz escreveu:
E assim tem sido sempre em Urântia. As civilizações mais promissoras são as que têm-se,
sucessivamente, deteriorado e, finalmente, se extinguido, devido à loucura de permitir que os
superiores procriem livremente com os inferiores.

Não sei porque, mais isto me lembrou de Hitler e do holocauto dos judeus, alguém pode me explicar o significado desta frase antes que eu passe a ignorar este livro antes mesmo de conhece-lo direito.
Abraços...

Munhoz,

você não foi o único a ter está impressão. Eu tive a mesma em uma outra passagem. Postada na Parte 3. Depois dê uma conferida lá ok?!
Acho essa abordagem sobre a purificação da raça muito perigosa e quero lembrar, que este livro foi escrito antes do holocausto. Antes da ascensão de Hitler ao poder.

Não o desaconselho a lê-lo, pois me parece, que você possui discernimento o suficiente para separa o joio do trigo.

Eu ao contrário de você, comecei pela vida de Jesus. Acho que é por isso que estou tendo uma maior tolerância com essas passagens. Há muita informação neste livro e acho que podemos tirar boas lições e aprendizado dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mago



Mensagens : 3
Data de inscrição : 25/06/2009

MensagemAssunto: Semelhança com o Nazismo????!!!!!!   8/11/2010, 20:30

Boa noite para todos.

Eu sou um leitor do Livro de Urântia, ja o lí todo pela primeira vez e estou relendo-no novamente, ja na quase 400pg pela segunda vez.

Confundir os Documentos de Urântia com as insinuações nazistas e suas propostas para a humanidade significa ausência total de discernimento e de personalidade!

Não devemos negar que a Mãe Natureza tem lá as suas bases e propostas para a seleção natural, inclusive hoje ressurgindo com novas propostas, nesse meio o próprio homem surge, dentro de cada um, como sendo o seu maior óbice às suas próprias mainifestações evolucionárias; deve, cada um, acima de tudo buscar aparar suas próprias rebarbas, caso em que, continue a se negar, chega-se a um momento em que, pela própria Lei Maior ele será eliminado e isso aí ja seria a segunda morte, a extinção total da personalidade!
Existe a Natureza Maior. A Grande Lei e ela está ja a reciclar tudo; uma nova dispensação ja se aproxima e cada um que busque optar pela vida eterna ou então será varrido do mapa e dos registros das personalidades do Livro da Vida.

Muita paz, luz e vida em todo nosso Ser.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
luzlua
Convidado



MensagemAssunto: Re: Semelhança com o Nazismo?   12/2/2011, 22:27

na minha opinião acredito que essa passagem diga respeito ao relacionamento de anjos e humanos...deixando aqui uma geração de híbridos...

ver apócrifo de Enoque...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jire

avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 18/05/2009
Idade : 57
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Semelhança com o Nazismo?   10/3/2011, 11:16

Munhoz escreveu:
Conheci a respeito deste livro nos fóruns que frequento na internet (ufologia, espiritismo, ezoterismo), cheguei a conclusão que seria interessante lê-lo antes de dar minha opinião a respeito, como é um livro muito grande, comecei pela parte que mais me interessa (evolução do planeta), baixei o livro em PDF, pra dar lida "superficial" pra saber se valeria a pena compra-lo.Estou lendo a respeito dos primeiros dias de urantia, muito interessante a parte em que explica a nossa descendência dos "Lêmures", os primeiros humanos inteligentes, a conquista do fogo, mas de repente me deparei com esta frase: E assim tem sido sempre em Urântia. As civilizações mais promissoras são as que têm-se,
sucessivamente, deteriorado e, finalmente, se extinguido, devido à loucura de permitir que os
superiores procriem livremente com os inferiores.

Não sei porque, mais isto me lembrou de Hitler e do holocauto dos judeus, alguém pode me explicar o significado desta frase antes que eu passe a ignorar este livro antes mesmo de conhece-lo direito.
Abraços...

Munhoz,
O verdadeiro objetivo da inicial "purificação" e posterior "miscigenação" completa das raças é o aumento da percepção espiritual do homem. Para esclarecer suas duvidas em relação ao objetivo da elevação das raças:
3. O Homem Pós-Adâmico

(592.6) 52:3.1 Quando o ímpeto original da vida evolucionária houver percorrido todo o seu curso biológico, e quando o homem houver alcançado o ápice do desenvolvimento animal, a segunda ordem de filiação chegará e uma segunda dispensação de graça e ministrações será inaugurada. Isso é verdadeiro para todos os mundos evolucionários. Quando o nível mais alto possível de vida evolucionária houver sido atingido, e quando o homem primitivo houver ascendido tão alto quanto possível na escala biológica, um Filho e uma Filha Materiais sempre surgem no planeta, havendo sido despachados pelo Soberano do Sistema.
(593.1) 52:3.2 Os Ajustadores do Pensamento são outorgados de modo crescente aos homens pós-Adâmicos e, em números cada vez maiores, tais mortais alcançam capacidade para uma posterior fusão com o Ajustador. Enquanto funcionam como Filhos descendentes, os Adãos não possuem Ajustadores; mas a sua progênie planetária — tanto a direta, quanto a miscigenada — é de candidatos legítimos à recepção, na época devida, de tais Monitores Misteriosos. Quando termina a idade pós-Adâmica, o planeta está de posse da sua quota plena de ministradores celestes; entretanto a outorga dos Ajustadores de fusão não se tornou ainda universal.
(593.2) 52:3.3 O propósito principal do regime Adâmico é influenciar o homem em evolução, levando-o a completar a transição de um estágio da civilização, de caçadores e pastores, para o de agricultores e horticultores, com o fito de, mais tarde, ser suplementado pelo advento dos acessórios urbanos e industriais da civilização. Dez mil anos na dispensação dos elevadores biológicos são o suficiente para concretizar uma transformação maravilhosa. Vinte e cinco mil anos dessa administração da sabedoria do Príncipe Planetário, em conjunto com a dos Filhos Materiais, em geral, amadurecem a esfera para o advento de um Filho Magisterial.
(593.3) 52:3.4 Essa idade, via de regra, testemunha uma eliminação completa dos mal adaptados e uma purificação ainda maior das linhagens raciais; nos mundos normais, as tendências bestiais defeituosas são quase totalmente eliminadas das linhagens reprodutoras do reino.
(593.4) 52:3.5 Os Filhos Adâmicos nunca se miscigenam com as linhagens inferiores das raças evolucionárias. Nem é do plano divino, para os Adãos e Evas Planetários, que eles se reproduzam, pessoalmente, com os povos evolucionários. Esse projeto de aperfeiçoamento da raça é uma tarefa para a progênie deles. Mas a descendência do Filho e Filha Materiais mobiliza-se isoladamente por gerações, antes de ser inaugurado o ministério da miscigenação racial.
(593.5) 52:3.6 O resultado da dádiva do plasma da vida Adâmica às raças mortais é uma elevação imediata da capacidade intelectual e uma aceleração do progresso espiritual. Em geral, há um aperfeiçoamento físico também. Num mundo normal, a dispensação pós-Adâmica é uma idade de grande inventividade, de controle da energia e desenvolvimento mecânico. Essa é a era de surgimento da manufatura multiforme e do controle das forças naturais; é a idade dourada de exploração e subjugação final do planeta. Grande parte do progresso material de um mundo ocorre durante esse período de inauguração do desenvolvimento das ciências físicas, exatamente uma época como a que Urântia está agora experimentando. Considerando o curso normal para os planetas, o vosso mundo está atrasado uma dispensação inteira, e mesmo mais.
(593.6) 52:3.7 Ao final da dispensação Adâmica, em um planeta normal, as raças estão já praticamente mescladas, e de um modo tal que pode ser verdadeiramente proclamado que “Deus fez todas as nações de um só sangue”, e o seu Filho “fez todos os povos de uma só cor”. A cor dessa raça miscigenada resulta em algo como um matiz oliva, com uma nuança do violeta, sendo assim o “branco” racial das esferas.
(593.7) 52:3.8 O homem primitivo é carnívoro, na sua grande maioria; os Filhos e as Filhas Materiais, no entanto, não comem carne; mas a sua descendência, dentro de poucas gerações, em geral, precipita-se para o nível onívoro, se bem que grupos inteiros de descendentes deles, algumas vezes, continuam não comendo carne. A origem dupla das raças pós-Adâmicas explica como essas linhagens humanas miscigenadas trazem vestígios anatômicos tanto dos grupos animais carnívoros quanto dos herbívoros.
(593.Cool 52:3.9 Após dez mil anos de miscigenação racial, as linhagens resultantes apresentam graus variados de mistura anatômica, algumas das linhagens trazendo mais das características dos ancestrais não-carnívoros, outras apresentando mais os traços específicos e características físicas dos seus progenitores evolucionários carnívoros. A maioria dessas raças dos mundos logo se torna onívora, e subsiste alimentando-se de uma ampla gama de alimentos, tanto do reino animal quanto do reino vegetal.
(594.1) 52:3.10 A época pós-Adâmica é a da dispensação do internacionalismo. Estando próximo de completar a tarefa de miscigenação das raças, o nacionalismo desaparece e a irmandade entre os homens realmente começa a se materializar. O governo representativo começa a tomar o lugar da monarquia e outras formas paternalistas de governo. O sistema educacional torna-se mundial e, gradualmente, as línguas das raças dão lugar à língua do povo violeta. A paz universal e a cooperação raramente são alcançadas antes que as raças estejam bem miscigenadas, e antes de falarem uma mesma língua.
(594.2) 52:3.11 Durante os séculos finais da era pós-Adâmica é despertado um novo interesse pela arte, pela música e a literatura; e esse despertar mundial é o sinal para o aparecimento de um Filho Magisterial. O desenvolvimento coroador dessa era é o interesse universal pelas realidades intelectuais, a verdadeira filosofia. A religião torna-se menos nacionalista, mais e mais sendo um assunto planetário. Novas revelações da verdade caracterizam essas idades, e os Altíssimos das constelações começam a governar nos assuntos dos homens. A verdade é revelada ao nível da administração das constelações.
(594.3) 52:3.12 Um grande avanço ético caracteriza essa era; a irmandade dos homens passando a ser a meta na sociedade deles. A paz, de âmbito mundial — a cessação de conflitos entre as raças e da animosidade nacional — , é indicadora da maturidade planetária para o advento da terceira ordem de filiação, a do Filho Magisterial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
advogando



Mensagens : 16
Data de inscrição : 12/08/2008
Idade : 62
Localização : Recife

MensagemAssunto: Nazismo.   24/7/2011, 18:54


Não caro amigo, não é semelhança com o Nazismo.
Mas com certeza os Nazistas e muitos cientista de Hoje, inclusive nos EUA, querem brincar de Deus, no intento de formar homens ou uma raça perfeita, mas esse processo, ele mesmo é verdadeiro naturalmente(claro, quando a própria natureza os formam), pois quando o homem busca mesclar as suas vontades e querer dar seguimento ou adiantar a natureza, sem saber esperar uma nova evolução, ele erra e erra feio; assim foi com os Nazistas e com muitos grupos de guerreiros da antiguidade.

Na realidade a natureza busca fazer com que o gerencie, sempre os homens mais aptos e ser mais aptos nem sempre sifnifica ser o mais forte, o mais belo, o mais guerreiro.
Sim o mais resistente!

Lúcifer também assim pensou! quiz fazer um atalho e, ao se utilizar de seu livre arbitrio, que, mesmo limitado ao seu âmbito e conformações arcanjelicias, por querer ver a Deus nosso Pai de Eterna Bondade "cara a cara", findou implantando um sistema alternativo e desvirtuado na busca de fazer um atalho para tornar homens aptos fortes e valentes ao mesmo tempo e, pelos meus conhecimentos, inclusive, de causa, impalntou nesse mundo denso e turbulento o que se conhece como mitologia.

Não ha semelhança, o que ha na verdade são seres pretenciosos querendo atalhar os rumos da história e, para brincárem de guerra e de dominar uns aos outros na busca do poder e da fama e do dinheiro findam buscando uma raça pura e forte. Mas na verdade o que sempre acontece! Todos ja sabemos.
A natureza não aceita esse tipo de negócio e finmda se rebelando contra os homens. Tolos homens!

Muita paz, luz e vida em todo nosso Ser.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Semelhança com o Nazismo?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Semelhança com o Nazismo?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Nazismo e religião: visão de um pastor
» razao de semelhança
» Hitler, nazismo, cristianismo e teoria da evolução.
» Geometria plana 2 (Semelhança)
» FUVEST.Semelhança de Polígonos.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
UAB - Forum :: Perguntas sobre :: Questões gerais-
Ir para: