UAB - Forum

Conversas sobre o Livro de Urântia
 
InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Compartilhe | 
 

 Sobre o apocalipse

Ir em baixo 
AutorMensagem
Bero



Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/04/2008

MensagemAssunto: Sobre o apocalipse   26/10/2008, 19:22

O livro de Urântia fala que boa parte dos escritos do apóstolo joão foram perdidos e o que restou foram adulterados de uma certa forma. A minha dúvida é, se os escritos foram perdidos porque o livro não fala nada sobre o apocalipse? O que foi adulterado? O que João escreveu? Que eu saiba algumas entidades que compartilharam o seu conhecimento na construção do livro devem saber sobre o apocalipse, se realmente vai ter apocalipse, como vai ser. O livro fala sobre o início de Urântia e não fala do seu fim, sendo que o fim importa mais do que o começo já que o começo é passado.
Eu queria saber se tem alguma parte do livro que fale sobre o apocalipse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nemiasmol



Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/10/2008
Idade : 43

MensagemAssunto: Sobre o Apocalipse   15/12/2008, 20:50

Olá Bero

O livro de João, intitulado "Apocalipse" significa "Livro da Revelação". Mas com o tempo a palavra apocalipse se tornou sinônimo de "o fim do mundo" ou "fim dos tempos". Este não era o objetivo de João, o Livro da Revelação foi o relato de algumas visões que o apóstolo teve das realidades celestiais, mais precisamente de Jerusém, a capital do nosso Sistema. O Livro de Urântia narra com detalhes como é a cidade que João identifica como a Nova Jerusalém. E alguns dados batem com o que João viu.

Veja algumas semelhanças:

Ap 4:4
E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro.

LU 45, p513:4 (documento 45, página 513, parágrafo 4)
"No centro dos sete círculos residenciais angélicos, em Jerusém, está localizada a sede-central do conselho consultor de Urântia, com os quatro e mais vinte conselheiros. João, o Revelador, chamou-os de os vinte e quatro Anciães: “E, ao redor do trono, havia vinte e quatro assentos e, nos assentos, eu vi vinte e quatro Anciães assentados, vestidos de togas brancas”. O trono, ao centro desse grupo, é o assento do juízo do arcanjo que preside ao trono da lista de chamada da ressurreição, em misericórdia e em justiça, para toda a Satânia. Esse juízo tem acontecido sempre em Jerusém, mas os vinte e quatro assentos à sua volta foram colocados em posição, há não mais do que mil e novecentos anos, logo depois que Cristo Michael foi elevado à soberania plena de Nébadon. Esses vinte e quatro conselheiros são os seus agentes pessoais em Jerusém, e eles têm autoridade para representar o Filho Mestre em todas as questões que concernem às listas de chamadas de Satânia e em muitas outras fases do esquema da ascensão mortal nos mundos isolados do sistema. Eles são os agentes designados para executar as solicitações especiais de Gabriel e os mandados pouco habituais de Michael."

...................................

Ap 6:4
E havia diante do trono como que um mar de vidro, semelhante ao cristal.

LU 46, p522:3
"Nesse anfiteatro de recepção das teledifusões, as mensagens de Salvington chegam continuamente. A palavra vinda de Edêntia, dos Pais Altíssimos das Constelações, a qual está próxima dali, é recebida pelo menos uma vez por dia. Periodicamente as transmissões regulares e especiais de Uversa são feitas através de Salvington e, quando as mensagens do Paraíso estão sendo recebidas, toda a população congrega-se ao redor do mar de vidro, e os amigos de Uversa aliam o fenômeno da refletividade à técnica da transmissão do Paraíso; assim tudo o que é ouvido torna-se visível. E é dessa maneira que a antecipação contínua, da beleza avançada e grandeza, é proporcionada aos mortais sobreviventes à medida que eles fazem a sua jornada adentro na aventura eterna."

...................................

Ap 14:1
E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião.

Ap 21:10
E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu.

LU 46, p522:5
"O monte Seraf é o ponto mais elevado em Jerusém, com quase quatro mil e quinhentos metros de altitude"

...................................

Ap 15:2
E vi um como mar de vidro misturado com fogo; e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro, e tinham as harpas de Deus.

LU 47, p539:3-5
"A recepção de uma nova classe de graduados, nos mundos das mansões, é motivo para que toda a Jerusém se reúna em um comitê de boas-vindas. Até mesmo os espornágias rejubilam-se com a chegada desses ascendentes triunfantes, de origem evolucionária, os quais fizeram a corrida planetária e completaram a progressão nos mundos das mansões. Apenas os controladores físicos e os Supervisores do Poder Moroncial ficam ausentes nessas ocasiões de júbilo.

João, o Evangelista Revelador, teve uma visão da chegada de uma classe de mortais em avanço, vinda do sétimo mundo das mansões para o seu primeiro céu, às glórias de Jerusém. Ele registrou: “E eu vi, como se fora um mar de vidro misturado ao fogo; e, de pé, aqueles que haviam alcançado a vitória sobre a besta que originalmente estava neles e, sobre a imagem que perdurava até os mundos das mansões e, finalmente, sobre os últimos traços e marcas, no mar de vidro, com as Harpas de Deus, e cantando a canção da libertação do medo mortal e da morte”. (A comunicação espacial perfeita deve estar em todos esses mundos; e, estando em qualquer lugar, a vossa recepção dessas comunicações é tornada possível se portais convosco a “Harpa de Deus”, um dispositivo moroncial que compensa a incapacidade de ajustar diretamente o mecanismo sensorial imaturo da morôncia para a recepção de comunicações espaciais.)

Paulo também teve uma visão do corpo de cidadãos ascendentes, de mortais em perfeccionamento em Jerusém, pois escreveu: “Vós viestes, todavia, ao monte Sião e para a cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, e na companhia de anjos inumeráveis, para a grande assembléia de Michael, e dos espíritos de homens justos tornados perfeitos”."

...................................

Ap 21:16
E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais.

LU 46, p427:3
"As divisões executivo-administrativas do sistema estão localizadas nos imensos quadrados departamentais, em número de mil. Cada unidade administrativa está dividida em cem subdivisões de dez subgrupos cada. Esses mil quadrados estão agrupados segundo dez grandes divisões."

...................................

Ap 21:18e21
E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade de ouro puro, semelhante a vidro puro. E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda a pedra preciosa. E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era uma pérola; e a praça da cidade de ouro puro, como vidro transparente.

Ap 21:11
E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente.

LU 46, p524:2
"Esses muros, construídos de gemas de cristal de brilho cintilante, são suficientemente altos, para que se possa contemplar todos os seus círculos residenciais respectivos. Os muitos portões – de cinqüenta a cento e cinqüenta mil –, que dão entrada a cada um desses muros, são de uma só peça de cristal aperolado."

...................................

Ap 21:23
E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.

LU 46, p519:5
"O sistema de iluminação de Jerusém não deveria ser muito difícil de compreender para vós. Não há dias e noites, não há estações de calor e de frio. Os transformadores de poder mantêm cem mil centros de onde as energias rarefeitas são projetadas para o alto, através da atmosfera planetária, passando por algumas modificações, até que alcancem um teto elétrico de ar da esfera; e então essas energias são refletidas de volta para baixo, na forma de uma luz suave, filtrada e uniforme, com a mesma intensidade, aproximadamente, da luz do sol em Urântia, quando o sol está brilhando, às dez horas da manhã.

"Sob essas condições de iluminação, os raios de luz não parecem vir de um único ponto; eles filtram-se no céu, emanando igualmente de todas as direções do espaço. Essa luz é muito semelhante à luz natural do sol, exceto pelo fato de que contém muito menos calor. Por isso é que se sabe que esses mundos-sedes centrais não são luminosos no espaço; ainda que Jerusém estivesse muito próxima de Urântia, não seria visível."

...................................

Estão aí algumas citações Apocalipse e do Livro de Urântia, sobre a visão de João. Apocalipse significa revelação, não destruição do mundo. O Livro de Urantia não fala sobre a destruição do mundo, ao contrário fala de um futuro glorioso par ao nosso mundo: A Era de Luz e Vida.

Eu escrevi um artigo sobre isto, está no site: www.elub.com.br. Vá em artigos ou então acesse direto aqui: http://www.elub.com.br/artigos/luz_e_vida.htm

Espero ter contribuído

abraço

Nemias Mol
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.elub.com.br
REN...



Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/03/2009
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: por enquanto...   6/4/2009, 00:12

Sei que no LU o momento que fala do problema do apostolo joao foi: "Quando, no exilio temporario em patmos, joao escreveu o livro da revelaçao, que vos tendo agora em uma forma abreviada e distorcida.Esse livro da revelaçao contem fregmentos que sobreviveram de uma grande revelaçao, da qual grandes partes se perderam e outras partes foram retiradas depois que joao o escrevera. Apenas uma parte fragmentada e adulterada ficou preservada".1556. Agora sobre o apocalpse, no momento em que Jesusesta se despedindo dos apostolos e resposndendo uma pergunta de um dos apostolos se ele iria retornar, ele pronuncia algo...irei da uma olhada e logo postarei...ate...paz e luz...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paapsbr



Mensagens : 3
Data de inscrição : 03/07/2009

MensagemAssunto: Re: Sobre o apocalipse   3/7/2009, 15:18

"O Presente é o Futuro Passado" ou seria "O Futuro é o Presente Passado" ou ainda " O Passado é Presente Futuro" Rolling Eyes

Seja como for, tudo É, Inicio, Fim, já são. Contem e esta Contido.

Da onde eu vim ou pra onde vou são traduções do medo de não saber quem vc é

Pensamento meu scratch

Abrçs
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
paapsbr



Mensagens : 3
Data de inscrição : 03/07/2009

MensagemAssunto: Re: Sobre o apocalipse   3/7/2009, 15:20

Em tempo

Medo de não saber quem sou Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JG



Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/01/2010

MensagemAssunto: Oi bero, O livo de Urantia não fala em Apocalipse, porque simplesmente ele não vai acontecer, e quanto a você, considerar o fatos que aocntecerão no futuro, depende da atitude de nos humanos, pois o futuro nós quem escrevemos .   15/1/2010, 15:27

Bero escreveu:
O livro de Urântia fala que boa parte dos escritos do apóstolo joão foram perdidos e o que restou foram adulterados de uma certa forma. A minha dúvida é, se os escritos foram perdidos porque o livro não fala nada sobre o apocalipse? O que foi adulterado? O que João escreveu? Que eu saiba algumas entidades que compartilharam o seu conhecimento na construção do livro devem saber sobre o apocalipse, se realmente vai ter apocalipse, como vai ser. O livro fala sobre o início de Urântia e não fala do seu fim, sendo que o fim importa mais do que o começo já que o começo é passado.
Eu queria saber se tem alguma parte do livro que fale sobre o apocalipse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rm
Admin


Mensagens : 25
Data de inscrição : 24/04/2008

MensagemAssunto: Re: Sobre o apocalipse   21/1/2010, 11:34

O apocalipse em si, ou o livro bíblico do apocalipse?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
murilo87s



Mensagens : 9
Data de inscrição : 30/07/2010

MensagemAssunto: paaps   30/7/2010, 19:21

Nosso medo é o de existir, o da propria existencia. Very Happy
mandou bem! ta certissimo..
agora sobre o livro do apocalipse ai eu nao tenho muito a dizer nem com o que me preocupar... eu to mais preocupado agora em ver a beleza que esta ao meu redor mais que todas outras coisas... imagina.. planetas com alfabetos de 70 letras ... 72 .. sei la... é chapa quente demais !!!
masé bom dar uma viajada de vez em quando e ficar imaginando como sao as outras etapas da nossa vida... heheh... só de pensar em como essa rebeliao vai fortalecer ainda mais a existencia de deus eu fico contente... hehe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Sobre o apocalipse   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sobre o apocalipse
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ADORANDO A DEUS EM TEMPOS DE CRISES (Ap.14.7.b)
» Deus diz: Bem aventurados os que pregam o Apocalipse
» Apocalipse - correções da Fiel (SBTB) em colaboração ao site Sollascriptura TT
» Apocalipse no Discovery Channel
» Apocalipse - Rios de Sangue aparecem pelo mundo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
UAB - Forum :: Estudo do Livro de Urântia :: Questões sobre o Livro-
Ir para: